Planejamento Sucessório

Planejamento Sucessório

90% das empresas brasileiras são familiares, mas a parcela de empresários que planejam a sucessão é ínfima, o que explica a enorme taxa de mortalidade de empresas que não resistem a sucessão desordenada.

Nossos projetos de planejamento sucessório (em vida) previnem conflitos, reduzem custos e tributos, evitam a burocracia brasileira e possibilitam a transmissão paulatina do patrimônio e da gestão. Além disso, proporcionam proteção do patrimonial, mitigando o risco da responsabilização pessoal dos sócios ou acionistas por dívidas contraídos pela empresa.

Com arrimo nas bases do Direito Civil e Societário, nossa equipe consegue aliar a sucessão patrimonial familiar, ao estabelecimento de mecanismos de capacitação dos herdeiros para exercício dos cargos de liderança, à economia tributária e à proteção do patrimônio familiar, garantindo à família empresária a perpetuação dos negócios. 

O projeto de planejamento sucessório é altamente personalizado, complexo e detalhado, tendo em vista que a implementação dependerá de fatores pessoais e patrimoniais específicos de cada família empresária. Nosso trabalho engloba medidas como:


Análise do patrimônio familiar e do perfil dos sócios e sucessores;

Constituição de holding ou empresa de participações (puras ou mistas), com objetivos sucessórios e de conservação patrimoniais;

Utilização do tipo societário mais adequado (limitada, sociedade anônima, sociedades em nome coletivo);

Elaboração de instrumentos societários com regras contratuais específicas no que tange a sucessão de sócios e de administradores, alienação de quotas, direito de preferência, distribuição de lucros, venda de ativos, avaliação e liquidação de participações, entre outros;

Estudo sobre a possibilidade da transmissão do patrimônio aos herdeiros em vida por meio de reorganizações societárias, minimizando custos envolvidos e os riscos de conflito entre os familiares.